RedePsi - Psicologia

Notícias

Estudo revela que brigas de casais podem prolongar a vida

Um estudo realizado pela Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, sugere que os casais que resolvem suas diferenças e manifestam seus sentimentos de raiva ou revolta em relação ao outro vivem mais.
Um estudo realizado pela Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, sugere que os casais que resolvem suas diferenças e manifestam seus sentimentos de raiva ou revolta em relação ao outro vivem mais.
O estudo analisou 192 casais ao longo de 17 anos, divididos em quatro grupos. O pesquisador explicou que o estudo se concentrou em críticas consideradas injustas e inadequadas. Nos casos em que as críticas foram consideradas justas, não houve indignação ou rancores por parte dos membros do casal.

"Ainda disse que os resultados da pesquisa são preliminares e que os pesquisadores agora preparam um novo estudo para acompanhar casais ao longo de 30 anos", disse o pesquisador

Saiba mais…

Fonte: BBCBrasil1

Acesso à Plataforma

Assine a nossa Newsletter