identificação

Para Jung é uma projeção inconsciente da personalidade do indivíduo sobre a de um outro, seja pessoa, causa, lugar ou outra figura, capaz de fornecer ou uma razão de ser ou um modo de ser.

A identificação é uma parte importante do desenvolvimento normal. Em forma extremada, a identificação assume a forma de identidade ou pode acarretar uma inflação. A identificação com uma outra pessoa, digamos um analista, realmente, por defini­ção, impede a individuação. Felizmente, processos de identificação e desidentificação podem ter curso simultaneamente em diferentes níveis do desenvolvimento, mesmo no adulto.

About Adalberto Tripicchio

Psiquiatra – Pós-doc em Filosofia
Membro do Viktor Frankl Institute Vienna
Docente da BI Foundation FGV/Berkeley

Comments are closed.