obstipação

Constipação extrema ou intratável; quando de origem psicológica, pode apresen­tar-se como um sintoma de conversão ou como uma neurose de órgão. Como todas as conver­sões, a obstipação pode ser a expressão somá­tica de uma fantasia sexual inconsciente e re­primida específica. Geralmente, a obstipação expressa tendências de retenção associadas a desejos de gravidez ou fantasias de incorpora­ção. Isto está "de acordo com a equação crian­ça = pênis = fezes".

Como neurose de órgão, a obstipação é uma mudança fisiológica na função orgânica, resul­tante de uma atitude ou afeto inconscientes. No caso particular da obstipação, a atitude incons­ciente é uma pressão retentora cronicamente frustrada, que pode existir por várias razões. Pode representar uma fixação erótica anal, um desejo de prazer retentor anal; ou as fezes po­dem representar objetos introjetados, como no caso da conversão. Em alguns outros casos, a pressão retentora, com a obstipação resultante, também pode estar associada a uma agressivida­de contínua e reprimida. (Fenichel)

About Adalberto Tripicchio

Psiquiatra - Pós-doc em Filosofia Membro do Viktor Frankl Institute Vienna Docente da BI Foundation FGV/Berkeley

Comments are closed.