oposto, inversão para o

Um dos importantes pro­cessos defensivos de natureza psicológica pelos quais o ego controla ou se defende do instinto sexual que incide sobre ele enquanto busca sa­tisfação direta. A natureza específica do proces­so consiste na transformação da finalidade de um instinto em seu oposto, e a substituição do objeto externo pelo próprio instinto. Este proces­so entra em jogo quando a finalidade de um instinto sexual foi bloqueada, ficando impedida a gratificação objetal direta, em virtude de proi­bições ou restrições internas (intrapsíquicas) ou externas (ambientais). No processo de inversão para o oposto, a finalidade ativa geralmente se torna passiva.

About Adalberto Tripicchio

Psiquiatra - Pós-doc em Filosofia Membro do Viktor Frankl Institute Vienna Docente da BI Foundation FGV/Berkeley

Comments are closed.