orgânicos, distúrbios mentais

Distúrbios mentais resultantes de disfunção transitória ou perma­nente de tecido cerebral, os quais são atribuí­veis a fatores orgânicos específicos, tais como o envelhecimento (demências senis e pré-senis), drogas e toxinas, infecções, doenças cardiovas­culares, traumas, neoplasma, desordens meta­bólicas etc. Esses distúrbios manifestam-se como uma ou mais síndromes cerebrais orgâni­cas que refletem a localização, progressão e duração da patologia subjacente, e com carac­terísticas associadas ou secundárias que refle­tem reações emocionais, motivacionais e com­portamentais ao reconhecimento dos déficits primários e a previsão de suas conseqüências.

As síndromes cerebrais orgânicas incluem delírio, demência, síndrome amnésico, síndrome de alucinose, síndro­me orgânico delirante, síndrome afetivo, síndrome de personalidade, intoxicação e afas­tamento. As características associadas podem incluir graves reações emocionais, como ansie­dade, depressão ou vergonha; controle decres­cente sobre os impulsos sexuais, agressivos ou aquisitivos; e exagero, em grau patológico, de traços preexistentes da personalidade ou me­canismos de interação.

About Adalberto Tripicchio

Psiquiatra - Pós-doc em Filosofia Membro do Viktor Frankl Institute Vienna Docente da BI Foundation FGV/Berkeley

Comments are closed.