teste rosto-mão

Um teste de disfunção cerebral difusa criado por Bender. O sujeito, com os olhos fechados, é tocado simultaneamente na face e no dorso da mão; o reteste é realizado com os olhos abertos. Os resultados são consi­derados positivos se o sujeito não conseguir identificar sistematicamente ambos os estímulos em dez provas consecutivas. Aos sete anos de idade, as crianças normais respondem com um teste negativo. Os resultados positivos são registrados não só em casos de disfunção cere­bral em crianças e adultos, mas também em crianças esquizofrênicas. Também chamado de dupla sensação tátil simultânea.

About Adalberto Tripicchio

Psiquiatra – Pós-doc em Filosofia
Membro do Viktor Frankl Institute Vienna
Docente da BI Foundation FGV/Berkeley

Comments are closed.