tremor

Ato de tremer, estremecer, sacudir-se. Um distúrbio do tono muscular em que as contrações tônicas comuns e normais imper­ceptíveis se tornam exageradas, ao ponto de serem conscientemente percebidas.

Em geral, os tremores podem ser classificados em: 1. tremores intensos, geralmente indicativos de doença orgânica; estão incluídos: a. tremor passivo ou tremor do repouso, um tremor que ocorre enquanto a área afe­tada está em repouso, como o tremor da "mão de contador de moedas" do par­kinsonismo ; b. tremor de ação, ou tremor involuntário, que pode estar ausente enquanto a área afetada está em repouso e que é exagerado pelo movimento voluntário da área, como o tremor involuntário da esclerose múl­tipla; 2. tremores finos e rápidos, freqüentemente psicogênicos, embora também possam ter uma base tóxica (alcoolismo, intoxicação por drogas, hipertireodismo, etc.). 3. fasciculação, crispações involuntárias de uma porção de um músculo; observada na fadiga, também nas lesões do pedúnculo cerebral ou da célula do corno anterior.

About Adalberto Tripicchio

Psiquiatra - Pós-doc em Filosofia Membro do Viktor Frankl Institute Vienna Docente da BI Foundation FGV/Berkeley

Comments are closed.