tromboangeíte cerebral obliterante

A tromboangeíte obliterante é muito menos comum nos vasos cerebrais do que nos vasos periféricos, mas, quando ocorre, a doença periférica está freqüen­temente ausente. A forma cerebral é mais co­mum nos homens e começa geralmente na quinta década; o excesso de fumo pode ser de importância etiológica. Os sintomas são muito semelhantes aos encontrados na arteriosclerose cerebral: uma forma neurológica focal ou uma forma mental generalizada.

About Adalberto Tripicchio

Psiquiatra - Pós-doc em Filosofia Membro do Viktor Frankl Institute Vienna Docente da BI Foundation FGV/Berkeley

Comments are closed.