BAYLE, Antoine-Laurent-Jessé (1799-1858)

Antoine-Laurent Bayle nasceu a 13 de janei­ro de 1799 em Vernet (Alpes-Maritimes), de uma família originária do Dauphiné, mas já em 1815 "subiu" para Paris, graças ao apoio de um tio, médico no Hospital de La Charité, Gaspard-Laurent Bayle (1774-1816), amigo de Cayol, de Récamier e de Laënnec, aos quais o recomendou. Foi Laënnec que aco­lheu no seu serviço esse aluno de 16 anos, ainda mais desprotegido depois que seu tio morreu de tuberculose pulmonar alguns meses após sua chegada. Informado de que um lugar de residente estava livre na Casa Real de Charenton, no serviço de Royer-CoI­lard, amigo de Cayol, Bayle obteve uma recomendação deste e instalou-se em Cha­renton em outubro de 1817, provisoriamente livre de preocupações materiais, e aliás mais interessado nas doenças orgânicas do que na patologia mental. A 21 de novembro de 1822, defendeu sua tese, "Investigações sobre as doenças mentais", na qual descreveu um es­tado de demência com paralisia incompleta que assinalou um tempo es­sencial na história da psiquiatria. Em 1826, foi aprovado como professor, ocupou durante alguns anos o lugar de bibliotecário-adjunto na Faculdade de Medicina, pediu demissão em 1834, tornou-se suplente de Cayol e Cho­mel, colaborou em diversas revistas médicas, dirigiu, de 1828 a 1837, a Biblioteca de Tera­pêutica, participou ativamente da Enciclopé­dia de Ciências Médicas. Pode-se dizer que, a partir de 1830, não se ocupou mais de psiquiatria, a não ser por ocasião de polêmi­cas sobre a paralisia geral. Morreu a 29 de março de 1858.

About Adalberto Tripicchio

Psiquiatra - Pós-doc em Filosofia Membro do Viktor Frankl Institute Vienna Docente da BI Foundation FGV/Berkeley

Comments are closed.