BEKHTEREV, Vladimir-Mikhailovitch (1857 -1927)

Depois de terminar seus estudos de medicina em São Petersburgo, Bekhterev trabalhou na Alemanha nos serviços de Flechsig, de Westphal e do psicofisiologista Wundt, e posteriormente com Charcot, na Salpêtrière. Em 1887, dirigiu em Kazan o Instituto de Psicofisiologia e fundou uma Sociedade de Neuropatologia e de Psiquiatria, antes de ser nomeado em 1893 para a cátedra de doenças mentais e nervosas de São Petersburgo, que ocuparia durante 20 anos, reorganizando o ensino clínico e criando em 1907, graças a verbas particulares, um Instituto de Pesquisas em Psiconeurologia, rebatizado em 1925 co­mo Instituto V.-M. Bekhterev. Ainda em 1927, representaria a União Soviética no Simpósio Internacional de Psicologia de Wit­tenberg em Springfield (Ohio). Morreu no dia 25 de dezembro do mesmo ano, quando pensava na criação de uma espécie de "Pan­teão" neuro-anatômico para o estudo e a conservação dos cérebros dos homens ge­niais. Em 1988, a revista soviética Litera­tournaia Gazieta revelou que ele teria sido envenenado por ordem de Stalin, a propósito de quem Bekhterev formulara um diagnós­tico de paranóia !!!

Aluno de Wundt, influenciado pelas teo­rias de Pavlov, por quem tinha entretanto uma sólida inimizade, Bekhterev foi um dos pioneiros na aplicação de métodos objetivos ao estudo da psicologia, desenvolvendo uma teoria "psico-reflexológica" em seu livro "Psi­cologia objetiva", publicado em 1913 em Leipzig. Também lhe devemos trabalhos so­bre as localizações cerebrais, a epilepsia, a educação de crianças anormais e sobre a hipnose. Sobre este último tema, parece ter aceito e difundido na Rússia as idéias de Bernheim.

About Adalberto Tripicchio

Psiquiatra - Pós-doc em Filosofia Membro do Viktor Frankl Institute Vienna Docente da BI Foundation FGV/Berkeley

One Response to BEKHTEREV, Vladimir-Mikhailovitch (1857 -1927)

  1. Anilson Celestino Tutor 26 de maio de 2015 at 12:33 #

    Não vejo nada.