BLACKMORE, Richard (1653-1729)

Médico de Guilherme II e da rainha Ana, autor de poemas épicos como "O príncipe Artur", "O rei Artur" e "A criação", que atrairiam a crítica irônica de Swift e de Pope, Black­more foi também autor de um Treatise of the Spleen and Vapours: or, Hypocondriacal and Hysterical Affections (Tratado do spleen e dos vapores: ou afecções hipocondríacas e histéricas), publicado em Londres em 1725.

Depois de insistir na quase especificidade britânica do spleen, delimitava a noção de melancolia segundo critérios que já eram mo­dernos: tristeza, desestímulo e temor, ao mes­mo tempo, que fazia uma distinção entre as "depressões" severas e ligeiras, o que não deixava de prefigurar as nossas depressões endógenas e reativas. Além disso, fez-se de­fensor das terapêuticas "pacíficas" e sedati­vas a base de ópio, cuja inocuidade afirmava, mesmo em caso de uso prolongado.

About Adalberto Tripicchio

Psiquiatra - Pós-doc em Filosofia Membro do Viktor Frankl Institute Vienna Docente da BI Foundation FGV/Berkeley

Comments are closed.