RedePsi - Psicologia

Dicionário

BOISSIER de la CROIX de SAUVAGES, François (1706-1767)

Originário do baixo Languedoc, doutor por Montpellier em 1726, Boissier de Sauvages foi chamado às vezes de médico do amor, por causa do tema de sua tese de licenciatura: "O amor pode ser curado por remédios extraídos das plantas?".

Seria essa a razão de sua nomeação, em 1740, como demonstrador no Jardim Botâni­co de MontpeIlier, e depois como professor de botânica, de 1753 a 1758? De qualquer forma, sendo apreciador de classificações, foi o autor de uma Nosologia metódica na qual os doentes são ordenados por classes, segun­do o sistema de Sydenham e a ordem dos botânicos, três volumes que foram publica­dos em 1770 e 1771. Neles, propunha uma descrição bastante confusa das loucuras, que agrupava na 8ª. classe, e chamava a atenção para a existência de um delírio passageiro e freqüentemente febril, que chamava de parafronisia e que atingia "àqueles que estão acostumados a beber aguardente, vinho ou outros licores semelhantes e passam muito mal quando o seu uso Ihes é proibido, por causa de uma febre ou de um ferimento". Era uma observação pertinente daquilo que, em 1813, o médico inglês Thomas Sutton iden­tificaria com o nome de delirium tremens, cujo aparecimento, a potu suspenso ou por ocasião de alguma afecção intercorrente, é bem conhecido.

Acesso à Plataforma

Assine a nossa Newsletter