BONHOEFFER, Karl (1868-1948)

Bonhoeffer nasceu a 31 de março de 1868 em Neresheim (Würtemberg). Depois de obter seu doutorado em Tübingen, tornou-se assis­tente de Wernicke em Breslau. Nessa clíni­ca, dirigiu um serviço encarregado es­sencialmente de alcoolistas e paralíticos, o que determinou o seu interesse pelas psicoses orgânicas e tóxicas. O campo de interesse de Wernicke impregnou a primeira publicação científica importante de Bonhoeffer: "Uma contribuição para a localização dos movi­mentos coréicos" (1897). Provava a gênese orgânica de um caso de hemicoréia, enquanto essa doença era considerada até então funcio­nal. No mesmo ano, obteve o título de Do­zent, com sua tese "O estado psíquico dos alcoolistas delirantes". Em 1903, foi chama­do como professor-ordinário para Königs­berg, e em 1904 para Heidelberg, mas voltou no mesmo ano para Breslau. De 1917 a 1937, foi professor-ordinário e diretor do Hospital da Caridade em Berlim. Morreu a 4 de setem­bro de 1948.

Inspirado pela psiquiatria localizacionis­ta, Bonhoeffer se afastou, entretanto, de uma aplicação excessivamente rígida dessa abor­dagem. Publicou muitos trabalhos sobre as áreas limítrofes entre a psiquiatria e a neuro­logia, notadamente sobre o delirium tremens e a psicose de Korsakov. A comparação entre as psicoses durante as intoxicações e as infecções o levou à conclusão de que todas as influências nocivas provenientes "do exte­rior" produziam a mesma semiologia, que ele subdividiu em diferentes formas. Chamou a esses quadros "síndromes exógenas agu­das". Estas eram, para Bonhoeffer, epifenô­menos não-específicos de obstáculos orgânicos no cérebro. Considerava que o seu sinto­ma mais característico era o obscurecimento da consciência, raramente ausente.

Os artigos mais importantes sobre esse tema são "As psicoses sintomáticas subse­qüentes a afecções agudas e a doenças inter­nas" (1910).

Embora pouco conhecido na França, o conceito de síndrome exógena aguda repre­senta um elemento constituinte da nosologia alemã, completando a obra de Kraepelin.

About Adalberto Tripicchio

Psiquiatra – Pós-doc em Filosofia
Membro do Viktor Frankl Institute Vienna
Docente da BI Foundation FGV/Berkeley

Comments are closed.