MELENDEZ, Lucio (1844-1901)

Um esboço de ensino de psiquiatria apareceu na Argentina, em 1822, com Cosme Alge­rich, "professor de instruções cirúrgicas", substituído em 1824 por J.M. Fernandez de Agüero. Ambos difundiram as idéias de Ca­banis e de Pinel e a tese de Diego Alcorta, aluno de Algerich, "Dissertação sobre a ma­nia aguda", defendida em 1827, representou a primeira e, durante muito tempo, a única monografia escrita nesse país sobre um as­sunto psiquiátrico.

Lucio Melendez é que deve ser conside­rado como o primeiro verdadeiro alienista argentino. Dirigiu, de 1876 a 1892, o Hos­picio de Ias Mercedes, especialmente edifi­cado em Buenos Aires quinze anos antes, para acolher os doentes mentais dos dois sexos, e estabeleceu em 1879 um plano de ampliação e modernização do local, que ter­minaria em 1885. No ano seguinte, tornou-se titular da cátedra de doenças mentais criada para ele, na qual Domingo Cabred lhe suce­deria em 1892.

About Adalberto Tripicchio

Psiquiatra – Pós-doc em Filosofia
Membro do Viktor Frankl Institute Vienna
Docente da BI Foundation FGV/Berkeley

Comments are closed.