MOTT, Frederick Walker (Sir) (1853-1926)

Nascido a 23 de outubro de 1853 em Brigh­ton, Mott estudou no University College Hospital de Londres. Obteve o seu diploma em 1883, tornou-se inicialmente assistente de fisiologia em Liverpool, e ocupou no ano seguinte as mesmas funções em Londres, no Charing Cross Hospital, do qual se tornou médico-chefe em 1894. Neurologista por for­mação, foi encarregado em 1895 do Labora­tório Central de Anatomo-patologia, que aca­bava de ser instalado no Claybury Asylum, antes de ser transferido em 1910 para o Maudsley Hospital, que recebia então os fe­ridos de guerra atingidos por seqüelas neu­ropsiquiátricas.

Devemos a Mott trabalhos sobre a parali­sia geral, as lesões cerebrais e glandulares na demência precoce e o papel do álcool nas doenças mentais. Mas principalmente, so­nhou em dotar Londres de um Instituto de Psiquiatria segundo o modelo do que Krae­pelin criou em Munique, onde ele próprio estivera por várias vezes. Maudsley o apoiou nesse empreendimento, que só se rea­lizaria com o seu sucessor, Edward Mapo­ther. Falecido a 8 de junho de 1926, Mott foi incinerado em Birmingham.

About Adalberto Tripicchio

Psiquiatra – Pós-doc em Filosofia
Membro do Viktor Frankl Institute Vienna
Docente da BI Foundation FGV/Berkeley

Comments are closed.