objeto

Do ponto de vista da pulsão, "o objeto de uma pulsão é aquilo em que, ou através de que, ela pode atingir sua finalidade. É o que existe de mais variável numa pulsão ou instinto e não está originalmente ligado a ela, mas liga-se a ela em conseqüência do fato de ser capaz de fornecer satisfação. O objeto não é necessaria­mente exterior; pode ser parte do próprio corpo do sujeito." (Freud)

Freud assinala que o objeto de uma pulsão pode mudar de tempos em tempos, e geral­mente muda, ao longo da vida; além disso, "o mesmo objeto pode servir à satisfação de várias pulsões ao mesmo tempo".

About Adalberto Tripicchio

Psiquiatra - Pós-doc em Filosofia Membro do Viktor Frankl Institute Vienna Docente da BI Foundation FGV/Berkeley

Comments are closed.