justificação

Um mecanismo genético-nutricional que consiste na capacidade do feto para alterar o seu meio ambiente aminoácido para um padrão indispensável ao seu aparelho de sinte­tização de proteína. O feto que é homozigótico para um distúrbio do aminoácido é quase sempre vítima de lesão, porque não pode jus­tificar a mistura materna. Se a condição ocor­re em áreas nutricionalmente desfavorecidas, o feto heterozigótico na mãe heterozigótica também está em alto risco, uma vez que não pode justificar adequadamente a mistura deficiente que a mãe tampouco pode justifi­car, por causa da privação nutricional.

About Adalberto Tripicchio

Psiquiatra – Pós-doc em Filosofia
Membro do Viktor Frankl Institute Vienna
Docente da BI Foundation FGV/Berkeley

Comments are closed.