‘lata, latah, lattah’

Um padrão de comportamento observado entre os malaios, precipitado geral­mente por um susto ou coceira súbita, e que consiste em comportamento imitativo (ecopra­xia), obediência automática e coprolalia. É observado com maior freqüência em mulheres e, geralmente, nas de meia-idade ou mais velhas; não ocorre antes do final da adolescência. Alguns estudiosos consideram o latah e estados afins, como o miryachit ou olonismo das tribos siberianas, o inu dos Ainu e os Jumpers (Salta­dores) da Nova Inglaterra (uma seita Shaker do século XIX), formas agudas de esquizofre­nia. Outros classificam o latah como reação histérica ou um padrão de sobressalto e, entre os próprios malaios, é considerado mais uma singularidade do comportamento do que uma doença.

About Adalberto Tripicchio

Psiquiatra - Pós-doc em Filosofia Membro do Viktor Frankl Institute Vienna Docente da BI Foundation FGV/Berkeley

Comments are closed.