libido, traumatização da

Dano infligido à energia instintiva. "O autor afirma que qualquer de­pleção do constituinte heterossexual do impulso libidinal, em virtude de traumatismo psíquico na esfera moral, deve desviar a energia da libido de modo a aumentar os outros componentes; homossexualidade, narcisismo e perversões são ampliados às custas da heterossexualidade… A palavra 'trauma' é aplicável a danos materiais, resultado final de uma ação. No neologismo 'traumatização', a ação tem lugar mas não é final: ela continua num estado de metamor­fose."

About Adalberto Tripicchio

Psiquiatra – Pós-doc em Filosofia
Membro do Viktor Frankl Institute Vienna
Docente da BI Foundation FGV/Berkeley

Comments are closed.