anorexia nervosa

Não tem uma definição precisa, pois vários sintomas podem estar ou não presentes em determinados casos. Em tese: é uma recusa sistemática e voluntária de se alimentar, é um emagrecimento que chega à perda de mais de 15% do peso habitual, amenorréia nas moças, uma distorção na visão de seu próprio corpo e por aí vai. É curioso de se ver um anorético caquético olhar-se no espelho, e ainda achar-se gordo. Parece um delírio, mas os neurolépticos não atuam nestes casos. Tudo começa com as dietas e os anorexígenos, por questões estéticas. Esta situação vai progredindo até alcançar a anorexia patológica. Se por um descuido a paciente achar que comeu demais, imediatamente força vômitos, toma doses altas de laxantes, toma diuréticos etc. Não raro chegam ao óbito. Até cerca de uma década atrás prevalecia em muito no sexo feminino. Nestes últimos anos vem aumentando assustadoramente o número de homens heterossexuais com anorexia nervosa.

About Adalberto Tripicchio

Psiquiatra – Pós-doc em Filosofia
Membro do Viktor Frankl Institute Vienna
Docente da BI Foundation FGV/Berkeley

Comments are closed.