Archive | agosto, 2017

Pesquisa de sessões terapêuticas: experimente

Embora haja avanços importantes na Terapia Comportamental é primordial considerarmos que é muito difícil atingir critérios estabelecedores para que uma terapia seja caracterizada como comportamental. Há diversas inespecificidades envolvidas que permeiam a complexidade da situação terapêutica: cada cliente tem seu repertório único, com uma história única a qual o terapeuta não tem acesso em boa parte; além da multideterminação de seus comportamentos (Zamignani, 2001; Silvares; M…

Continue Reading

Relação Terapêutica. Simples?

Para que uma relação possa realmente surtir efeito são necessários vários fatores. É algo que parece simples, contudo, é demasiadamente difícil de compreender. Devemos observar ouvir e buscar compreender o que o outro tem a nos dizer; quando as duas partes se compreendem reciprocamente está estabelecida à relação (Rogers, 1991).
Continue Reading

POP, PONP e PP em Mecânica Quântica – parte VI

A quase totalidade das características essenciais da física quântica podem ser resumidas em duas propriedades atribuídas aos sistemas quânticos, ambas estranhas para nossa intuição clássica.

Continue Reading

Pesquisa diz que sono ruim pode afetar mais a saúde de mulheres do que de homens

O estudo foi realizado por pesquisadores associados do Departamento de Psiquiatria e Ciências do Comportamento da Duke University, onde afirmam que distúrbios de sono estão associados ao estresse psicológico e ao aumento do nível dos biomarcadores – substâncias biológicas encontradas no corpo – que indicam risco mais elevado de doenças cardíacas e diabetes do tipo 2, e para eles esses sinais são mais fortes nas mulheres do que nos homens que enfrentam o problema.
Continue Reading

Novo curso da PUC-SP fala do uso de recursos artísticos em psicoterapia

uso de recursos artísticos em psicoterapia – a arte psicoterapia – pode ajudar o psicólogo a ampliar sua compreensão acerca do cliente, facilitar a comunicação interpessoal e possibilitar intervenções criativas. A linguagem expressiva não-verbal e simbólica proporciona ao cliente um diálogo com seu universo interno, que pode conduzi-lo a processos enriquecedores de autoconhecimento.
Continue Reading

Quatro atitudes perante o mundo

Acho útil distinguir quatro formas básicas de ver a realidade. Por falta de termos melhores, usarei os rótulos: “realismo ingênuo”, “idea­lismo”, “fenomenalismo” e “darwinismo”

Continue Reading

Algumas considerações acerca da construção do conhecimento

Embora seja implícito ao ser humano tentar explicar os mais diversos mistérios da humanidade, nem sempre o conhecimento é seu produto final, ou seja, corre o risco de não passar de especulação.
Continue Reading

Neurociência do comportamento agressivo – parte V

Mecanismos cerebrais dos comportamentos de agressão

Dado o número e a diversidade dos fatores que participam do determinismo dos comportamentos de agressão, não pode tra­tar-se – sobretudo nos mamíferos mais evoluídos e, singular­mente, no Homem – de pesquisar um "centro" ou "substrato neural" qualquer cuja ativação, por um estímulo "desenca­deante", se projetasse para o exterior sob a forma de um ou outro desses comportamentos. Assim, é preciso, …

Continue Reading

A primeira vez

A chuteira parecia um pouco apertada. Agachou-se, desamarrou-a e tornou a amarrá-la. Não ficou bom, continuava incomodando. Pensou que por mais que tentasse ajeitá-la não ficaria bom, então desistiu. Sentia o coração a mil e seu foco de atenção flutuava pelo mundo à sua volta, porém invariavelmente retornava para as desagradáveis sensações corporais que lhe invadiam.

Continue Reading

A evolução da mente humana

Nós temos uma tendência a conceber o ser humano, e especial­mente a sua mente, como sendo muito especial e único. Durante muito tempo esta reflexão fez com que estudiosos (como Wallace na época de Darwin) evitassem considerar processos evolutivos como relevantes para explicar a mente humana.
Continue Reading