basais, gânglios

Massas de substância cinzenta si­tuadas profundamente no interior de cada he­misfério cerebral. Os gânglios basais são com­postos de: (1) corpo estriado, que inclui (a) o pallidum (globo pálido), (b) o neo-estriado (putâmen e núcleo caudado)'e (c) a amígdala e o claustro; e (2) a cápsula interna. O núcleo lenticular designa o putâmen e o globo pálido externos. O corpo estriado constitui uma uni­dade importante do sistema extra-piramidal. O neo-estriado recebe fibras do tálamo e do córtex (córtex frontal e trato piramidal) e en­via eferentes, principalmente para o pallidum. Este envia eferentes para o tálamo, hipotála­mo, subtálamo, substantia nigra, mesencéfalo, ponte [de Varólio] e medula.

As lesões no corpo estriado podem causar vários sintomas, incluindo a rigidez muscular, os movimentos involuntários (por exemplo, tremores, coréia e atetose) e a hipotonia. As lesões do globo pálido ou da substantia nigra estão mais comumente associadas à rigidez muscular e aos tremores, como no parkinso­nismo.

A cápsula interna consiste numa faixa de tra­tos de fibra branca que separa o núcleo len­ticular do núcleo caudado e do tálamo. Contém todas as fibras que sobem para o córtex e descem do córtex: a via piramidal, as fibras talamocorticais, a radiação óptica do corpo geniculado lateral, a radiação auditiva do corpo geniculado medial, os tratos pontinos frontal e temporal, as fibras do corpo estriado e as vias corticotalâmicas. As lesões na cápsula interna, comuns em AVC, resul­tam em hemiplegia espástica contralateral.

About Adalberto Tripicchio

Psiquiatra – Pós-doc em Filosofia
Membro do Viktor Frankl Institute Vienna
Docente da BI Foundation FGV/Berkeley

Comments are closed.