cabelo, corte do

Uma perversão, relativamente rara hoje em dia, que consiste em cortar o cabelo da vítima. Esta perversão é uma forma de sa­dismo combinada com uma preferência fetichis­ta por cabelo. Expressa a idéia "Eu sou o cas­trador, não o castrado", e, freqüentemente, também acompanhada da idéia complementar, "Eu sou apenas um pseudocastrador, não um verdadeiro castrador". O conhecimento de que o cabelo voltará a crescer é uma parte importan­te da confiança renovada que o paciente obtém através do ato perverso, na medida em que lhe prova que a castração não é necessariamente final e irremediável.

About Adalberto Tripicchio

Psiquiatra – Pós-doc em Filosofia
Membro do Viktor Frankl Institute Vienna
Docente da BI Foundation FGV/Berkeley

Comments are closed.