chiste, pensamento no

Com freqüência, não é a palavra, mas o pensamento que tem significado num chiste. Freud refere-se a essa forma como chiste intelectual, o qual, à semelhança do chis­te verbal, pode ser abstrato ou tendencioso.

chiste, reconhecimento no

O chiste exibe freqüentemente o que Freud chama reconhecimento, ou seja, "a descoberta do familiar onde se es­pera encontrar, pelo contrário, algo novo ou inusitado. Descobrir o familiar é agradável e não é difícil reconhecer esse prazer como uma forma de economia, sendo lícito designá-Ia como a economia de gasto psíquico".

chiste, superação no

Uma forma de chiste em que, segundo Freud, "uma contradição ocupa o lu­gar de uma exagerada confirmação".

"Um judeu observa na barba de outro restos de comida. 'Sou capaz de adivinhar o que você comeu ontem', desafiou o primeiro. 'Bem, va­mos ver', respondeu o outro. 'Lentilhas'. 'Erra­do; isso comi anteontem.'''

About Adalberto Tripicchio

Psiquiatra – Pós-doc em Filosofia
Membro do Viktor Frankl Institute Vienna
Docente da BI Foundation FGV/Berkeley

Comments are closed.