“cheirar”

Inalação deliberada de solventes orgânicos para obter uma sensação de euforia. Tal como cheirar cola, o procedimento gera habituação e é tipicamente repetido a intervalos de 5 a 15 minutos durante horas. Também à seme­lhança de cheirar cola, o hábito pode produzir graves danos no sistema nervoso, mais comu­mente na forma de neuropatia periférica. Al­guns indivíduos entram em estado de alucinose ou deliróide que lembram a intoxicação por psicanalépticos (estimulantes).

About Adalberto Tripicchio

Psiquiatra - Pós-doc em Filosofia Membro do Viktor Frankl Institute Vienna Docente da BI Foundation FGV/Berkeley

Comments are closed.