citoplasma

A substância protoplásmica exterior de uma célula, excluídos o núcleo e a membrana celular. A matriz ou substância básica contém numerosas enzimas, a maioria dos precursores solúveis do pool celular, e várias estruturas di­ferenciadas (organelas) que incluem: centríolo, em torno do qual estão organizados microtú­bulos fusiformes; centrômero, com o qual as fibras fusiformes se associam durante a mitose e a meiose; complexo de Golgi, dotado de vá­rias funções, entre as quais a elaboração ou armazenagem dentro da célula de substâncias como carboidratos complexos, proteínas espe­cializadas e alguns componentes dos hormô­nios; lisossomos, que contêm enzimas hidrolí­ticas, as quais atuam sobre substâncias absor­vidas pela célula; mitocôndrias, cuja função principal é a fosforilação; e ribossomos, que contêm proteínas e numerosos tipos de RNA, de importância central na tradu­ção genética.

O citoplasma fornece o substrato para a ação gênica e regula a expressão da informação ge­nética através da herança cromossômica. Além disso, contém os elementos, por exemplo, retículos endoplasmásticos, outras partículas de inclusão, e as mitocôndrias, portadoras de DNA, responsáveis pela heran­ça citoplasmática (extracromossômica).

About Adalberto Tripicchio

Psiquiatra – Pós-doc em Filosofia
Membro do Viktor Frankl Institute Vienna
Docente da BI Foundation FGV/Berkeley

Comments are closed.