A fé filosófica em Jaspers

A fé filosófica – tal como aparece em toda a obra de Jaspers, ela é, simultaneamente, o que pode haver de mais frágil e de mais invulnerável, mas em um duplo sentido. Não se vale de nenhum estatuto comunitário, nenhuma autoridade, nenhum livro sagrado ou revelado, nenhuma instituição. Não dispõe de qualquer meio de coação, seja ele, uma simples prova racional. Não pode reivindicar para si a mínima evidência científica. É, portanto, incapaz de ditar, com firmeza impessoal, uma conduta que se suporia a única correta, e de justificar um programa de ação ou ordem que obrigasse a todos. Entretanto, é ela que ilumina o outro lado do real, é nela que a comunidade desunida pode encontrar as suas bases, a autoridade abalada o seu fundamento, a conduta moral as suas raízes, a planificação os seus fins. A própria racionalidade científica é dela que tira a força de sua evidência. Todas essas realidades são no mundo bem mais poderosas do que ela, e se perderia, se tentasse apropriar-se da sua força e do seu prestígio. Mas é ela, em contrapartida, que esclarece a sua origem, o seu sentido, os seus limites, e que pode tornar um homem inabalável firmando-o acima de qualquer receio.

Por fidelidade a esta fé, Jaspers jamais deixou de afirmar, ao longo de sua vida, a mais indomável independência em relação a toda a forma de adesão confessional, fosse a uma comunidade religiosa, uma autoridade consagrada ou um livro tido como o único. Mas esta independência absoluta diferia da dos agnósticos em dois aspectos essenciais. Primeiro, longe de se basear na auto-suficiência da razão, ela hauria a sua força na submissão última à transcendência, ao silêncio do ser. É a plenitude deste silêncio que Jaspers defendeu contra toda a Revelação. Depois, a sua atitude de recusa em relação às diversas confissões institucionais, não foi nunca uma ruptura. Jamais interrompeu o seu debate essencial, o seu esforço por se comunicar com aqueles cuja fé em uma Revelação lhe parecia autêntica.

About Adalberto Tripicchio

Psiquiatra - Pós-doc em Filosofia Membro do Viktor Frankl Institute Vienna Docente da BI Foundation FGV/Berkeley

Comments are closed.