Sujeito-objeto

Novidade epistemológica ultrapassando a dicotomia cartesiana; ao invés do homem dissociado do mundo, encerrado em seu pensamento, na Ipseidade – o si-mesmo – do eu solitário, em ligação somente com a Divindade – como queria Descartes, ou, aprisionado em si-mesmo – como assinalava Kierkegaard, Heidegger parte da não-dissociação sujeito-objeto de Husserl, do homem como ser-no-mundo;

About Adalberto Tripicchio

Psiquiatra – Pós-doc em Filosofia
Membro do Viktor Frankl Institute Vienna
Docente da BI Foundation FGV/Berkeley

Comments are closed.