complexo de feminilidade

Os psicanalistas acredi­tam que, na vida infantil do menino, existe uma fase equivalente à fase do "pênis" na menina. As meninas acreditam ter outrora possuído um falo, idêntico ao que os meninos têm, mas que, em conseqüência de alguma maldade cometida por elas, o falo Ihes foi retirado. A criança do sexo masculino desenvolve o mesmo medo de frustração (fantasia de castração), a que Klein chamou um complexo de feminilidade. Em essência, é o complexo de inferioridade, de Adler. O menino pensa que a mãe é a castrado­ra. Para salvar seu falo do destino sofrido pelas meninas, ele se identifica com a mãe e deseja uma vagina e seios. Existe, pois, "inveja da vagina" nos meninos, tal como existe "inveja do pênis" nas meninas. Ao mesmo tempo, há por parte da menina o temor em face do papel feminino que a castração acarretaria. Esse te­mor pode manifestar-se como o seu oposto, a agressão. "Uma tendência para a agressividade excessiva, que ocorre com muita freqüência, tem sua fonte no complexo de feminilidade."

About Adalberto Tripicchio

Psiquiatra - Pós-doc em Filosofia Membro do Viktor Frankl Institute Vienna Docente da BI Foundation FGV/Berkeley

Comments are closed.