compromisso, formação de

Em psicanálise, idéia ou ato substitutivo, representando um conflito reprimido. S. Freud sustentou que, em conse­qüência dos contatos do ego com a realidade, surgem quatro situações típicas de perigo, cada uma delas derivada de algum estágio da sexua­lidade infantil. São elas: (1) perigo de separação, isto é, perda do objeto de amor; (2) perigo da perda de amor; (3) perigo de castração; e (4) perigo de perda da aprovação do superego, isto é, culpa.

Todos os sintomas psicogênicos são compro­missos, pois surgem na base do material repri­mido e servem assim para descarregar a pressão ou tensão residente no complexo reprimido.

About Adalberto Tripicchio

Psiquiatra – Pós-doc em Filosofia
Membro do Viktor Frankl Institute Vienna
Docente da BI Foundation FGV/Berkeley

Comments are closed.