Valores de criação

"O que nos permite compreender o valioso da vida, diz Frankl, é a apreensão de toda a riqueza do reino dos valores". Nem todos os valores se pautam em uma realização mediante um ato criador. Um homem simples que cumpre as tarefas concretas impostas pela família e a profissão é, apesar de sua vida limitada, é mais valorizado do que, por exemplo, um grande estadista que, com uma caneta, dispõe da vida de milhares de pessoas, mas o faz tomando decisões inadequadas para um homem público. Assim, muitos clientes se queixam de não ter na sociedade um papel de destaque por exercerem, a seu ver, uma atividade de valor inferior, sem margem à criatividade. Ora, é indiferente o lugar em que um homem profissionalmente se situa ou o trabalho que faz, o que importa fundamentalmente é o modo como trabalha, e preencher o lugar na sociedade no qual está inserido. O que importa não é a grandeza do raio de ação de seu ofício, mas o fato de desempenhar plenamente o círculo de suas obrigações.

About Adalberto Tripicchio

Psiquiatra - Pós-doc em Filosofia Membro do Viktor Frankl Institute Vienna Docente da BI Foundation FGV/Berkeley

Comments are closed.