congruente

Coerente, fidedigno; em harmonia ou concordância com o que geralmente é conside­rado razoável, conveniente ou apropriado. Ro­gers enfatiza a necessidade de o terapeuta ser congruente; isto é, ser merecedor de confiança e agir de acordo com os sentimentos ou atitudes que está experimentando, de fato, em vez de adotar uma postura estereotipada (por exem­plo, de aceitação benevolente), seja o que for que aconteça entre ele e o seu cliente.

About Adalberto Tripicchio

Psiquiatra - Pós-doc em Filosofia Membro do Viktor Frankl Institute Vienna Docente da BI Foundation FGV/Berkeley

Comments are closed.