conotação

O significado de uma palavra quando se aplica a toda uma classe, e não a uma corpo­reidade específica ou concreta da palavra. As­sim, o significado conotativo da palavra cadeira incluiria todas as qualidades essenciais de qual­quer cadeira e seria indicado mais fielmente pela frase a cadeira em geral como entidade física. Distingue-se de denotação de significado denotado que, neste caso, se referiria a certas cadeiras ou a uma cadeira específica.

Observou-se que os esquizofrênicos demons­tram uma redução típica em sua capacidade conotativa e só são capazes de definir palavras na medida em que elas se aplicam a objetos es­pecíficos e não em seu sentido geral, como re­presentantes de um grupo ou classe. Por con­seguinte, verifica-se uma excessiva ênfase da denotação e o pensamento torna-se patologica­mente concretizado.  

Isto pa­rece ser também um importante fator na grande loquacidade dos esquizofrênicos – falam mui­to, usando muitas palavras – e na sua incapa­cidade para usar metáforas.

About Adalberto Tripicchio

Psiquiatra – Pós-doc em Filosofia
Membro do Viktor Frankl Institute Vienna
Docente da BI Foundation FGV/Berkeley

Comments are closed.