constituição hiperhipofisária

Tipo caracterizado pe­la excessiva secreção da glândula hipófise que ocorre depois ou perto do fim do período de crescimento normal, em comparação com a ocorrência dessa secreção excessiva nos primei­ros anos de vida, quando produz o gigantismo.

Os aspectos constitucionais gerais desse tipo hiperhipofisário correspondem ao tipo atlético de Kretschmer, com características displásicas, e consistem principalmente em ossos fortes e lon­gos, rosto maciço, mãos e pés possantes, pele espessa e oleosa, couro cabeludo escasso com seborréia, órgãos genitais externos volumosos, tendência para a taquicardia, hipertensão e ar­teriosclerose, elevação do metabolismo basal e uma atitude mental superalerta, com a tendên­cia a controlar os sentimentos com a razão.

About Adalberto Tripicchio

Psiquiatra – Pós-doc em Filosofia
Membro do Viktor Frankl Institute Vienna
Docente da BI Foundation FGV/Berkeley

Comments are closed.