cooperação antagônica

F. Alexander usa este ter­mo para descrever a natureza organizacional de nossa atual sociedade. Diz ele que, em nosso "laissez-faire", sociedade competitiva, somos si­multaneamente amigos e rivais; vivemos em co­operação antagônica com os nossos semelhantes. Esse padrão de vida pode levar a temores e hostilidade, frustrações e esperanças contra­riadas, ambições exageradas e desânimo, poden­do tudo isto causar relações humanas perturba­das e acarretar sintomas nervosos e mentais.

About Adalberto Tripicchio

Psiquiatra – Pós-doc em Filosofia
Membro do Viktor Frankl Institute Vienna
Docente da BI Foundation FGV/Berkeley

Comments are closed.