crise hemoclástica

Inversão da resposta normal do leucócito e da pressão sangüínea à ingestão de proteína. Num paciente normal, a ingestão de proteína resulta em leucocitose e elevação da pressão sangüínea. Em compensação, os pa­cientes hemoclásticos apresentam uma queda na pressão sangüínea, leucopenia, contagem di­ferencial alterada dos glóbulos brancos e redu­ção no índice refrativo do sangue. Diz-se que a crise hemoclástica é particularmente freqüente na esquizofrenia, depressão e estados de ansiedade, e que está correlacionada com um prog­nóstico mais pobre do que em pacientes com uma resposta normal.

About Adalberto Tripicchio

Psiquiatra - Pós-doc em Filosofia Membro do Viktor Frankl Institute Vienna Docente da BI Foundation FGV/Berkeley

Comments are closed.