facultativo

Que tem o poder de viver ou atuar sob condições diferentes; ou seja, que não é obriga­tório. Em psicopatologia, o termo é aplicado mais comumente à homossexualidade, faute de mieux e a outros casos em que a homossexualidade é sintomática de conflitos neuróticos específi­cos.

About Adalberto Tripicchio

Psiquiatra – Pós-doc em Filosofia
Membro do Viktor Frankl Institute Vienna
Docente da BI Foundation FGV/Berkeley

Comments are closed.