familiar, assistência

A colocação de pacientes crô­nicos (geralmente esquizofrênicos, retardados mentais tratáveis ou casos de senilidade) em regime de pensionato com parentes ou, mais comumente, com pessoas sem qualquer vínculo de parentesco. O paciente é incorporado não só ao lar dos seus curadores, mas também à vida da comunidade local. Talvez o mais conhecido sistema organizado de assistência familiar seja a colônia de Gheel, em Antuérpia (Bélgica).

About Adalberto Tripicchio

Psiquiatra - Pós-doc em Filosofia Membro do Viktor Frankl Institute Vienna Docente da BI Foundation FGV/Berkeley

Comments are closed.