familiar, padrão

O estilo de vida em uma família e, particularmente, a qualidade das relações entre pais e filhos. Entre os diferentes padrões fami­liares descritos estão as uniões simbióticas, quan­do entre um dos pais e a criança se forma um vínculo inseparável; sacrifício familiar, quando a criança é rejeitada e excluída da família; aberto, quando a família tem amigos, recebe convidados em casa e é ativa na comunidade; e fechado, quando a família evita o contato com o exterior. Alguns assistentes sociais constata­ram que as famílias de esquizofrênicos são, com freqüência, uniões simbióticas e/ou fechadas, e que demonstram mais sacrifício familiar do que as famílias de não-esquizofrênicos.

About Adalberto Tripicchio

Psiquiatra – Pós-doc em Filosofia
Membro do Viktor Frankl Institute Vienna
Docente da BI Foundation FGV/Berkeley

Comments are closed.