familiarismo

Termo sociológico e psicológico que enfatiza a tendência para a manutenção de fortes laços, vínculos e solicitações intrafami­liares, culturalmente herdados e transmitidos, e que propiciam uma vida e solidariedade fami­liares intensamente compactas. Este fenômeno, assinalado por alguns autores como caracterís­tico da tradição cultural judaica, tende, em re­sultado de séculos de perseguição e de isola­mento forçado, ao desenvolvimento de super­fixações neuróticas, desajustamentos emocio­nais e relativa dificuldade para os filhos em estabelecerem sua própria maturidade adulta, independente e emocional.

About Adalberto Tripicchio

Psiquiatra - Pós-doc em Filosofia Membro do Viktor Frankl Institute Vienna Docente da BI Foundation FGV/Berkeley

Comments are closed.