fase mágica

Uma fase na evolução do pensamento em que o simples fato de imaginar um objeto parece ser, para o pensador, o equivalente de tê-lo criado. Em outras palavras, é a fase mágica do pensamento em que o mundo parece ser criado pelo pensador. Freud referiu-se a isso como "onipotência do pensamento". As várias fases na evolução do pensamento podem ser estudadas no desenvolvimento do pensamento no homem primitivo, na criança, no esquizo­frênico e no adulto normal. O pensamento passa a se dirigir para a realidade e a levar os fatos em consideração somente nas últimas fases de sua evolução. Antes de ocorrer essa maturidade, existe a fase mágica, em que a criança age diretamente (sem qualquer meio interveniente) em seus pensamentos de tal modo que, para ela, parecerá que qualquer efeito é o resultado do seu desejo ou, em outras pala­vras, que pode haver ação resultante apenas do desejo.

About Adalberto Tripicchio

Psiquiatra – Pós-doc em Filosofia
Membro do Viktor Frankl Institute Vienna
Docente da BI Foundation FGV/Berkeley

Comments are closed.