Estudos discutem novo distúrbio alimentar ligado ao consumo de álcool

A mais nova doença ligada à alimentação é a chamada "embriorexia", gíria que descreve um problema causado mistura perturbadora de comportamento: passar fome deliberadamente, ou comer demais e provocar vômito, sempre seguido do uso exagerado de álcool. 
A mais nova doença ligada à alimentação é a chamada "embriorexia", gíria que descreve um problema causado mistura perturbadora de comportamento: passar fome deliberadamente, ou comer demais e provocar vômito, sempre seguido do uso exagerado de álcool. 

  "Embriorexia", cujo termo ainda não foi reconhecido oficialmente, é uma doença perturbadora que une distúrbios alimentares e distúrbios compulsivos. Além disso, pode ser associada também à bulimia, outro problema grave, que acarreta no abuso de comidas e bebidas e com o vômito para purgar o organismo. Já no caso dos anoréxicos, a tendência de ingerir álcool é menor, já que eles restringem severamente o excesso de calorias, apesar de que muitos encontram na bebida um meio de se acalmar antes de comer e aliviar a ansiedade causada pela refeição. Outras pessoas ainda usam drogas e metanfetaminas para reprimir o apetite.

Psicólogos dizem que os distúrbios da alimentação se devem muito à necessidade de resolver transtornos emocionais através de substâncias ou da ingestão exagerada de alimentos ou bebidas. Tais transtornos são muitas vezes causados por traumas infantis como abuso sexual, negligência dos pais ou outras fontes de angústia mental.

Muito bulímicos ingerem bebidas alcoólicas para facilitar o vômito, pois, segundo especialistas, é mais fácil purgar líquidos do corpo. Essa facilidade de vomitar também está relacionada ao fato de que muitos deles bebem de estômago vazio.

Estudos demonstram que comer excessivamente e abusar do álcool são problemas em ascensão principalmente entre as mulheres, que também são mais propensas aos distúrbios de alimentação.

De acordo com um estudo publicado em 2007 pela revista especializada Biological Psychiatry, cerca de 25% a 33% dos pacientes com bulimia também enfretam problemas com álcool; entre os anoréxicos que abusam de substâncias os números variam entre 20% e 25%.

Notícia feita a partir da fonte:

Terra

Por Carla Destro para RedePsi

About RedePsi

Portal de Psicologia com Notícias, Artigos, Links e Serviços de Divulgação de Cursos, Eventos e Produtos da Área.

,

Comments are closed.