frigidez sexual

Incapacidade da mulher para atingir o orgasmo através do coito; disfunção psicossexual com excitação sexual inibida; a condição análoga no homem chama-se impotência. "A frigidez pode ser total ou parcial, mas, seja qual for o seu grau, não constitui em si mesma uma entidade mór­bida; trata-se, antes, de um sintoma ou manifes­tação de conflito neurótico subjacente e, como tal, pode ser atribuída a numerosos mecanis­mos psicológicos. É difícil dizer até que ponto a frigidez é comum; alguns autores estimam que ela afeta 90% das mulheres, enquanto outros a localizam em tomo dos 50%. Mas, seja qual for a incidência real, todos concordam em que é elevada e certamente que a frigidez é mais comum do que a impotência masculina, embora o próprio sintoma possa ser motivo menos comum de queixa porque não interfere tão diretamente, ou tão desastrosamente, na mecânica do intercurso ou na reprodução."
A frigidez total inclui anestesia completa; ausência de interesse sexual; vaginismo, com ou sem dispareunia – e as mulheres assim afetadas só tolerarão o intercurso, de um modo geral, após alguma coerção.

Mais comum do que a frigidez total é certo tipo de frigidez relativa, sendo mais fre­qüentes os seguintes: (1) hipoestesia vaginal com sensibilidade limitada à área clitórica; (2) suspensão abrupta de excitação antes do orgasmo, embora tenha havido prazer durante o intercurso, durante a estimulação clitórica e fricção vaginal; algumas mulheres deste grupo, em sua busca de satisfação, parecem ter exigên­cias sexuais insaciáveis e podem passar de parceiro em parceiro, na esperança de que cada nova experiência lhe proporcione o ambicio­nado orgasmo; (3) o orgasmo vaginal é atingido, mas só em certas condições – como fantasias concomitantes de espancamento ou estupro ­ou somente com certos homens; (4) seja qual for o grau de satisfação obtido durante o inter­curso, o ato sexual é acompanhado de ansieda­de, tensão, insônia, sentimentos de culpa e de­pressão, queixas físicas ou qualquer outro tipo de sintoma, tudo isso apontando para algum conflito inconsciente sobre sexualidade, geral­mente em torno de desejos infantis insatisfeitos.

About Adalberto Tripicchio

Psiquiatra – Pós-doc em Filosofia
Membro do Viktor Frankl Institute Vienna
Docente da BI Foundation FGV/Berkeley

Comments are closed.