‘frotteur’

(Fr. "indivíduo que se esfrega") Aquele que obtém excitação sexual através do sentido do tato, esfregando-se contra alguém. O termo implica geralmente que o ato de tocar ou ser tocado não é direta ou manifestamente de cará­ter genital ou que, pelo menos, existe uma certa medida de disfarce. Por exemplo, alguns indivíduos são sexualmente estimulados quando se comprimem uns contra os outros, como acontece freqüentemente em uma multidão. Al­guns especialistas usam o termo para designar a atividade genital ou sexual direta, não incluin­do a união dos órgãos genitais.

About Adalberto Tripicchio

Psiquiatra - Pós-doc em Filosofia Membro do Viktor Frankl Institute Vienna Docente da BI Foundation FGV/Berkeley

Comments are closed.