fusão

Em psicanálise, a união de pulsões. Normal­mente, durante os primeiros meses da infância, as duas pulsões primordiais, a de vida e a de morte, estão separadas uma da outra, cada uma delas operando independentemente. Mais tarde, as duas se fundem em maior ou menor grau. Em condições psicopatológicas, dá-se freqüente­mente a defusão dos instintos.

Por exemplo, quando o ego é ameaçado por um perigo externo associado a um impulso genital, este último é reprimido e segue-se a regressão ao nível anal-sádico. Ocorrem então várias possibilidades quanto à redistribuição da libido. "Uma parte regride e funde-se com os instintos de ódio para constituir o sadismo."

About Adalberto Tripicchio

Psiquiatra - Pós-doc em Filosofia Membro do Viktor Frankl Institute Vienna Docente da BI Foundation FGV/Berkeley

Comments are closed.