Pesquisa diz que sono ruim pode afetar mais a saúde de mulheres do que de homens

O estudo foi realizado por pesquisadores associados do Departamento de Psiquiatria e Ciências do Comportamento da Duke University, onde afirmam que distúrbios de sono estão associados ao estresse psicológico e ao aumento do nível dos biomarcadores – substâncias biológicas encontradas no corpo – que indicam risco mais elevado de doenças cardíacas e diabetes do tipo 2, e para eles esses sinais são mais fortes nas mulheres do que nos homens que enfrentam o problema.

O estudo foi realizado por pesquisadores associados do Departamento de Psiquiatria e Ciências do Comportamento da Duke University, onde afirmam que distúrbios de sono estão associados ao estresse psicológico e ao aumento do nível dos biomarcadores – substâncias biológicas encontradas no corpo – que indicam risco mais elevado de doenças cardíacas e diabetes do tipo 2, e para eles esses sinais são mais fortes nas mulheres do que nos homens que enfrentam o problema.

Foram entrevistados 210 homens e mulheres de meia-idade, aparentemente saudáveis e sem histórico de distúrbios do sono. No questionário, os participantes deram notas para vários aspectos de seu sono durante o mês anterior. Medições adicionais avaliaram os níveis de depressão, raiva, hostilidade e a percepção do apoio oferecido por parentes e amigos.     

Segundo os pesquisadores, cerca de 40% dos homens e das mulheres apresentaram problemas no sono, como dificuldade freqüente em adormecer, demorando mais de meia hora para dormir, ou acordando com frequência durante a noite. Mas apesar de enfrentarem problemas semelhantes, os resultados do exame médico feitos nos participantes mostraram que os efeitos da falta de sono sobre as mulheres eram muito mais dramáticos.

Saiba mais…

Fonte: BBCBrasil

About RedePsi

Portal de Psicologia com Notícias, Artigos, Links e Serviços de Divulgação de Cursos, Eventos e Produtos da Área.

Comments are closed.