Cientistas estão próximos de descobrir pílula contra o ronco

Cientistas americanos da empresa BTG estão perto de desenvolver uma pílula contra a apnéia do sono, doença causadora do ronco, caracterizada por uma parada de respiração que pode durar dez segundos ou mais e que compromete a oxigenação do organismo.
Cientistas americanos da empresa BTG estão perto de desenvolver uma pílula contra a apnéia do sono, doença causadora do ronco, caracterizada por uma parada de respiração que pode durar dez segundos ou mais e que compromete a oxigenação do organismo.

A pílula, ainda conhecida como BGC20-0166, é um combinado de dois remédios existentes e age em áreas do cérebro associadas ao aumento de tonificação dos músculos e fluxo de ar nas vias respiratórias.

Os experimentos foram realizados com 39 pessoas que sofrem de apnéia do sono. Os voluntários foram divididos em grupos e cada grupo recebeu uma dose diferente do remédio – um placebo, um dos medicamentos que compõem a nova pílula, uma ou duas doses da BGC20-0166 – diariamente durante 28 dias. Em seguida, os pesquisadores mediram a freqüência e a severidade das pausas na respiração durante o sono dos pacientes.

Segundo os testes, a nova pílula reduziu os sintomas da apnéia do sono em 40%, além de não apresentar nenhum efeito colateral aparente. Três dos dez pacientes que estavam no grupo que Atualmente, não existe nenhum remédio que consiga reduzir os sintomas da doença, entre eles o ronco. A apnéia do sono também está associada a um risco maior de doenças cardiovasculares, incluindo hipertensão e infarto do miocárdio, irritabilidade e fadiga diurna excessiva.

Notícia retirada da fonte:

BBC Brasil

Por Carla Destro para RedePsi

Comments are closed.