Contigüidade

Relação de proximidade temporal entre dois eventos, sejam eles dependentes um do outro ou não. Eventos reforçadores contíguos à resposta têm maior chance de aumentar a probabilidade de repetição da ação do organismo. Os eventos reforçadores contíguos podem ser dependentes da resposta, o que ocasiona comportamento adequado. No entanto, se a relação entre a resposta e o evento reforçador é contígua, mas não há relação de dependência entre ambos, pode haver fortalecimento de respostas bizarras e inadequadas; esse tipo de relação é chamado de comportamento supersticioso. Ver Comportamento supersticioso e Contingência.

About Eduardo Alencar

Psicólogo comportamental do Cais/USP (2009), pós graduado em Psicologia Comportamental e cognitiva pela USP, com formação técnica em administração de empresas, extensão universitária em OBM e em Acompanhamento Terapêutico pelo Núcleo Paradigma, especializ

Comments are closed.