Fontes indicam que o uso de antidepressivos quadruplicou entre crianças britânicas

Segundo dados oficiais, o número de antidepressivos receitados para crianças com menos de 16 anos quadruplicou nos últimos dez anos na Grã-Betanha. O que comprova isso são as mais de 631 mil receitas dadas por médicos britânicos para jovens diagnosticados como portadores de doenças mentais ou de depressão.
Segundo dados oficiais, o número de antidepressivos receitados para crianças com menos de 16 anos quadruplicou nos últimos dez anos na Grã-Betanha. O que comprova isso são as mais de 631 mil receitas dadas por médicos britânicos para jovens diagnosticados como portadores de doenças mentais ou de depressão.

Tal quantia excede em muito a média de medicamentos recomendados por médicos do país para jovens em meados dos anos 90 cuja quantidade era de aproximadamente 146 mil por ano.

O deputado do Partido Liberal Democrata, David Laws, que lida com temas ligados à infância, foi o responsável pela obtenção de dados. Segundos estes, mais de 31 milhões de receitas de antidepressivos para pessoas de todas as idades foram dadas no ano passado na Grâ-Betanha. A cifra representa um aumento de 6% em relação ao ano anterior.

O jornal Daily Telegraph trouxe uma reportagem sobre uma menina de quatro anos que se tornou a mais jovem do país a ser tratada com antidepressivos. De acordo com o jornal, a menina passou a ficar mal quando trocou de colégio. Por isso, seus pais a levaram a um médico, com mais de 20 anos de prática, que receitou o uso de antidepressivos.

Ele defendeu sua ação dizendo concordar que tal prática é "pouco comum, mas não sem precedentes" e afirmou que foram testadas diversas terapias psicológicas, e que não se deve descartar o uso de antidepressivos mesmo que seja para uma criança de quatro anos.

Segundo Mayur Lakhani, presidente do principal órgão britânico de clínicos gerais, o Royal Colleg of General Practicioners, "médicos receitam antidepressivos apenas após uma cuidadosa avaliação da condição do paciente".

Notícia retirada da fonte:

Terra

Por Carla Destro para RedePsi

,

Comments are closed.