Apolo e Jacinto

Apolo tinha muito apego pelo jovem Jacinto, acompanhava-o em todas as suas atividades físicas, negligenciando suas flechas e liras pela causa de Jacinto. Certa vez Apolo e Jacinto foram lançar discos, Apolo lançou primeiro com muita força e precisão, tipicamente de um deus. O disco arremessado por Apolo percorreu uma distância enorme e Jacinto, entusiasmado para lançar também, correu atrás do disco para pegá-lo.

Porém, Zéfiro (o Vento Oeste), que sentia inveja, pois Jacinto preferia Apolo a ele, soprou o disco na direção do jovem, que atingiu fortemente a sua testa. Apolo tentou ajudar o rapaz, porém foi em vão. Enquanto Apolo ajudava Jacinto e falava bonitas palavras ao rapaz, uma flor muito bela nasceu do sangue dele, que após sua morte, passou a receber seu nome.

About Adalberto Tripicchio

Psiquiatra - Pós-doc em Filosofia Membro do Viktor Frankl Institute Vienna Docente da BI Foundation FGV/Berkeley

Comments are closed.